A greve dos servidores públicos municipais de Jaguarari, no norte da Bahia, completou 15 dias nesta sexta-feira (5). A partir de hoje, no entanto, o efetivo será de 30%, pois a prefeitura conseguiu uma liminar do Tribunal de Justiça da Bahia (TJBA) garantindo 70% dos servidores trabalhando. A categoria cobra perdas salariais e reajuste do piso.

“Oportuno dizer que a greve deflagrada conforme deliberação de assembleia deste sindicato é legal e permanece, porém com 30% dos servidores referidos a partir da sexta-feira mencionada. Deste modo, reafirmamos a legitimidade do movimento grevista em foco, contamos com a operosidade dos serviços públicos na forma supracitada e nos colocamos à disposição de todos para esclarecer possíveis dúvidas, se assim ocorrer“, diz comunicado do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais da cidade (Sindspuj).

Na alegação pelo fim da greve, a atual administração declarou que a reivindicação dos docentes não poderia ser atendida porque, entre outros pontos, não haveria recurso por conta das despesas com pessoal no município, que já ultrapassam o limite estabelecido pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) – de 54%.

Postar um comentário

FBbox/https://www.facebook.com/JaguarariNoticias1/
Tecnologia do Blogger.