FBbox/https://www.facebook.com/JaguarariNoticias1/

Usar a fragilidade de um povo, em seu momento de maior vulnerabilidade, com a intenção de justificar os erros administrativos e a falta de competência no gerenciamento dos recursos públicos ultrapassa todos os limites! No início desta terça-feira (30.01.18) pacientes do TFD – Tratamento Fora do Domicílio, chegaram de Salvador onde fazem tratamento de saúde e ficaram abandonados embaixo da caixa d’água no Centro de Jaguarari. “Saímos de Salvador, da casa de apoio, com a informação que os carros estariam aqui nos esperando e quando chegamos não tinha ninguém aí fomos no hospital e lá fomos muito mal atendidas, a moça da recepção disse que tínhamos que entrar em contato com a assistente social [Sandra Benevides] e que não podia fazer, aí voltamos para cá”, disse revoltada uma senhora que vinha com a filha, aparentemente menor de idade. Um outro senhor contou: “Esta é a segunda vez que chego aqui e fico jogado, sem ninguém pra me levar pra casa, a gente se sente um lixo aqui, sou morador do Pilar e não esperava passar por isso, só ainda vou continuar nessa humilhação porque não tenho escola”, disse indignado um senhor de Pilar que faz tratamento no Aristides Maltez.
Diante dos maus-tratos que a população de Jaguarari vem sendo exposta pela administração municipal com a intenção explícita de jogar a população contra a não aprovação da LOA, como se os serviços públicos dependessem unicamente dela, precisa ser coibida pelo Ministério Público! Isso já ultrapassou todos os limites e o prefeito precisa parar de utilizar a tortura do povo como forma de se fazer passar por “coitadinho”, “perseguido”. O povo não pode servir de escudo de um prefeito astuto, prepotente e ávido por poder.
Logo pela manhã tentamos entender o que fez a casa de apoio dar uma informação errada aos pacientes e descobrimos que os carros da saúde, aqueles que deveriam está aqui esperando o carro do TFD de Salvador, estão com dois meses sem receber e os proprietários já não tem de onde tirar dinheiro para colocar combustível, fazer manutenção e principalmente: estão sem conseguir alimentar suas famílias e por isso não tiveram com vir. Novembro e dezembro de 2017 sem receber o aluguel de seus veículos! Onde o senhor prefeito acha que o município vai parar? Aonde o senhor prefeito acha que estes pais de famílias conseguem tanto dinheiro para prestar serviços “fiado” ao município de Jaguarari? Será se no lugar de um coração o prefeito de Jaguarari possui um tijolo? Será prefeito, que aquele valente locutor que encantava a população desassistida de Jaguarari era apenas um personagem fictício?
Parabenizamos a atitude do “Jiló”, que 1h10 da madrugada chegou, entrou e “deu um jeito” na situação. Um veículo de Lagoa do Mateus foi chamado por uma paciente e “Jiló” resolveu a questão do combustível. Pagou em seu veículo o pessoal de Pilar e foi levar, segundo ele entrou em contato com um transporte de Pilar e que o encontraria no trajeto. Ao menos um que se preocupou, porque tentamos várias vezes falar com o secretário de saúde, mas não conseguimos. Ligamos também para o secretário distrital, que não atendeu.
O Conselho Municipal de Saúde, que se reunirá nesta quarta-feira (31) e que aprovou as contas da saúde dos meses de janeiro a agosto de 2017 precisa se posicionar, tomar atitude inerente a sua atuação!
A Câmara de vereadores precisa agir, também como fiscalizadora e impor os limites legais que o executivo tem que seguir! Não pode continuar levando no “banho maria” as atitudes tiranas de um prefeito que usa e abusa da inocência do povo de Jaguarari, como se aqui fosse terra de tolos, imbecis e analfabetos.
A população tem que se unir em busca de uma solução definitiva, não de partidarismos, mas de uma postura enérgica de seus governantes, afinal ele foram eleitos e recebem para cumprir com a defesa dos direitos dos cidadãos.
A atual administração ou simplesmente “desgoverno” utiliza da abrangência da emissora de rádio que tem o prefeito da cidade com dono e a primeira dama como gerente e um dos apresentadores do dito jornal locutor de manifestação e ocupante de cargo de confiança da gestão Everton Rocha, buscam todos os dias vender a informação deturpada que o município não pode usar o dinheiro porque a LOA não foi aprovada, como se toda a população fosse acéfala e raciocínio fosse algo raro por aqui.

Postar um comentário

FBbox/https://www.facebook.com/JaguarariNoticias1/
Tecnologia do Blogger.