Juazeiro: Patrimônio de R$ 20 mil declarado por Paulo Bomfim ao TSE gera questionamentos nas redes sociais -->

Iklan Semua Halaman

Juazeiro: Patrimônio de R$ 20 mil declarado por Paulo Bomfim ao TSE gera questionamentos nas redes sociais

Valtenei Santos
1 de outubro de 2020


O total de bens declarado pelo atual prefeito de Juazeiro, no Norte da Bahia, Paulo Bomfim, candidato à reeleição pelo Partido dos Trabalhadores (PT), gerou diversos questionamentos nas redes sociais. O valor é, em média, 42% menor que o declarado ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) nas eleições 2016.

Conforme consta no site do órgão, neste ano, Paulo Bomfim declarou saldos em contas bancárias nos valores de R$ 113,19, R$ 50 e $141,50, além de um terreno no valor de R$ 20 mil, somando R$ 20.304,69 em bens. Entre os candidatos e candidatadas a prefeito e a vice que declaram algum patrimônio ao órgão, o valor é o menor registrado [veja os valores detalhados na íntegra].

Além disso, o valor registrado por Bomfim ao TSE é cerca de 41,8% menor que o registrado nas eleições 2016, quando concorreu à prefeitura de Juazeiro e foi eleito pelo PCdoB. Na época, o candidato disse ter como bem um veículo automotor terrestre avaliado em R$34.900 mil.

O patrimônio total declarado pelo petista virou motivo de questionamentos nas redes sociais. “Como é que um gestor público que passa quatro anos ganhando um bom salário não consegue juntar um bom dinheiro e aplicar na poupança? Dizer que tem menos de R$ 300 nas contas bancárias parece piada”, disse um leitor ao PNB.

Conforme consta no Portal da Transparência, o salário do atual gestor municipal gira em torno de R$ 25 mil reais.

“Eu ganho pouco mais de um salário mínimo e tenho mais dinheiro guardado que o prefeito? Como assim? Não conseguiu juntar nada? É difícil acreditar numa coisa dessa”, declarou outra leitora.

“Um trabalhador assalariado, com muito esforço e suor em anos de trabalho, consegue adquirir um carro e até mesmo uma casa, juntando de pouquinho em pouquinho, imagine uma pessoa que ganha 25 mil por mês. É inacreditável”, se queixou outro internauta, que assim como os demais, terá a identidade preservada.

O PNB pediu uma nota de esclarecimento à assessoria de Paulo Bomfim. A informação reafirma o valor registrado no TSE e ressalta que “a declaração de bens do candidato foi feita com base nas suas posses e declaração de Imposto de Renda.


Pretonobranco