Mulher denuncia estupro da filha de três anos em escola de Olinda

Iklan Semua Halaman

Mulher denuncia estupro da filha de três anos em escola de Olinda

Valtenei Santos
25 de janeiro de 2020
Uma mãe procurou uma delegacia de Olinda (PE), na Região Metropolitana do Recife, para denunciar que sua filha, de apenas três anos, havia sido estuprada por uma professora que ensina na escola da menina. O caso teria ocorrido em dezembro do ano passado, mas a família decidiu torná-lo público nesta sexta-feira (24).
Segundo a mãe, a criança chegou em casa reclamando de incômodo na vagina. A situação levou a mulher a fazer perguntas a sua filha. “Chegando em casa, ela se queixou de ardência na vagina, aí eu deitei ela na cama, limpei e notei que estava bastante vermelho. Então, comecei a fazer perguntas para ela, se alguém tinha ‘mexido’ nela. E aí ela falou para mim que a professora, na hora do banho, colocou o dedo na vagina dela com bastante força”, relatou.
Eu dei duas bonecas para ela me mostrar como foi e ela encenou com as bonecas. Ela pegou a mão da boneca que representava a professora colocou a mão na vagina da boneca que representava ela”, completou. Após a denúncia, um psicólogo conversou com a menina que afirmou ter sofrido os abusos mais uma vez.
Um exame de corpo de delito feito no Instituto Médico Legal (IML) também contatou a agressão. A criança estudava na escola desde 2018, no entanto, apesar das evidências, a direção nega o estupro. O delegado responsável pelo caso só deve se pronunciar após conclusão do inquérito.