A Câmara de vereadores de Jaguarari, a mesma que travou uma verdadeira batalha para combater o desastre administrativo do ex-prefeito Everton Rocha, julgado e cassado por três vezes (21/02, 29/03 e 04/06) pelo cometimento de crimes políticos-administrativos, que proporcionou a ascensão do vice-prefeito Fabrício D’Agostino ao cargo máximo do executivo municipal, retornou do recesso parlamentar, iniciado em 21 de junho, nesta quinta-feira, 2, mas para a surpresa e decepção de todos, não contou com a presença daquele que foi empossado graças ao sério trabalho dos edis. Além de não comparecer, Fabrício sequer enviou representante ou mensagem aos legisladores.
O comparecimento ao trabalho é fundamental para garantir e justificar o salário pago pelos contribuintes de Jaguarari, no entanto, apenas os vereadores Márcio Gomes, Franco Melo, Adenir Bonfim, Marcos Paulo, Valdemilson, José Narciso e Josimar Zuza compareceram. Faltaram: Lourival Sandes, Reginaldo Gabriel, William Rogers, Dourival Borges e José Gonçalves.
Chamou a atenção, nas falas dos edis Val, Quito, Franco, Márcio Gomes e Neném, que o recado a atuação do prefeito D’Agostino foi dado, de forma clara todos deixaram evidente que irão continuar cobrando trabalho do prefeito, agora com 120 dias de governo, tempo suficiente para identificar as dificuldades e soluções a serem dadas.
Antes do início da Sessão Solene, os vereadores e público presentes foram agraciados com a presença das crianças que estudam na CMEI do bairro Padre Eugênio.
Via Jaguarari Online


Postar um comentário

FBbox/https://www.facebook.com/JaguarariNoticias1/
Tecnologia do Blogger.