A ex-presidente Dilma Rousseff (PT) confirmou ontem (28), que irá se candidatar ao Senado por Minas Gerais nas eleições 2018. Essa foi a primeira vez que a petista falou como pré-candidata, desde que transferiu, em abril, o domicílio eleitoral para o estado onde nasceu.
"Não vou me furtar a participar de uma luta que eu julgava que não teria mais participação ativa eleitoral", explicou a ex-mandatária, ao argumentar que a prisão do ex-presidente Lula, condenado e preso pela Operação Lava Jato, além do processo de impeachment sofrido em 2016, foram os motivos que pesaram na decisão.

Postar um comentário

FBbox/https://www.facebook.com/JaguarariNoticias1/
Tecnologia do Blogger.