FBbox/https://www.facebook.com/JaguarariNoticias1/

O ex-prefeito de Jaguarari, Everton Carvalho Rocha (PSDB), e mais seis pessoas, envolvidas em um esquema de fraudes em processos licitatórios no município, foram denunciadas pelo Ministério Público estadual (MP-BA) à Justiça nesta quinta-feira (10/5). Os ex-secretários de Administração e de Finanças, Darlene Pinto Macedo e Wadton Macilack de Souza, também estão entre os denunciados.
Segundo o promotor de Justiça Igor Clóvis Miranda, eles fraudaram um processo licitatório com o objetivo de favorecer a empresa Valutare Consultoria Tributária Ltda. O esquema contou, ainda, com a participação de Heliodoro Lucas Dourado, Edcarla Cardoso, Marcus Vinicius Lopes e Alexei Mariano, sendo este último sócio e preposto da empresa beneficiada.
Entenda:
De acordo com as investigações, em agosto de 2017, o município abriu processo licitatório para contratação de empresa prestadora de serviços de software. A sessão de recebimento das propostas ocorreu em setembro, mas, desde o mês de agosto, a Valutare já prestava efetivamente o serviço à cidade. Consta, inclusive, nos autos, um contrato assinado pela empresa logo após a retirada dos editais e o credenciamento para o certame. A Valutare venceu a licitação mesmo com todas as irregularidades e não preenchendo os requisitos formais. Além disso, no início deste ano, um novo certame foi direcionado em favor da mesma.
A denúncia apresentada à Justiça nesta quinta é fruto da “Operação Fallitur Visio”, deflagrada no último mês de março pela Promotoria de Justiça de Jaguarari, com apoio da Promotoria de Justiça Regional de Senhor do Bonfim e da Promotoria de Justiça de Central.

Postar um comentário

FBbox/https://www.facebook.com/JaguarariNoticias1/
Tecnologia do Blogger.