O empresário Carmerino Conceição de Souza tem procurado o escritório do advogado que defende o ex-ministro Geddel Vieira Lima para reclamar a propriedade dos R$ 51 milhões apreendidos pela Polícia Federal em setembro em um endereço ligado ao ex-ministro baiano.
De acordo com a coluna Satélite, do jornal Correio, o homem tem insistido tanto com o escritório, que chega a fazer ameaças. Em petição apresentada à Polícia Federal, Gamil Föppel narrou que orientou o empresário a procurar a corporação, mas ele insistiu em manter o contato com o escritório. Föppel também descreve no documento que Carmerino chegou a ser barrado, na última terça-feira, na portaria do edifício onde funciona o escritório de advocacia e dirigiu novas ameaças ao defensor.

Postar um comentário

FBbox/https://www.facebook.com/JaguarariNoticias1/
Tecnologia do Blogger.