Enquanto quase todos os estados brasileiros encontram dificuldades para conseguir fechar as contas e pagar a servidores, a Bahia deu um exemplo a todo o país ao anunciar que cortou R$ 1,2 bilhão em despesas entre 2015 e 2016. O anúncio é tão surpreendente que a informação ganhou repercussão nacional, na coluna Radar, da revista Veja.

A publicação destacou que para alcançar tal feito, o governador Rui Costa (PT) precisou cortar quatro secretarias, além de extinguir dois mil cargos públicos. Além disso, o petista monitorou gastos com terceirizados, equipamentos de informática e serviços de comunicação.

Vale lembrar que em setembro, segundo uma pesquisa feita pelo Ibope, Rui foi avaliado como o quarto melhor governador de todo o país. Ele teve boa avaliação de 37% dos entrevistados.

Postar um comentário

FBbox/https://www.facebook.com/JaguarariNoticias1/
Tecnologia do Blogger.