Jaguarari Noticias terça-feira, novembro 15, 2016
Na última sexta-feira (11), o juiz da 3ª Vara Federal de Montes Claros (MG), decretou a prisão preventiva de três suspeitos do esquema de fraude do Enem em Minas Gerais.

Deflagrada no último dia 6, a Operação Embuste da Polícia Federal, investiga novos desdobramentos do caso. Segundo a PF, há indícios de que os fraudadores tiveram acesso antecipado às provas e transmitiram o gabarito por ponto eletrônico para os candidatos. Eles acertaram 92% das questões de Ciências Naturais, que tem grande peso para o curso de Medicina.

Nesta segunda-feira (14), a Polícia Federal declarou que as investigações continuam. Com a preventiva, os suspeitos não têm prazo para deixarem o Presídio Alvorada, em Montes Claros, onde estão presos e já tiveram cerca de R$ 500 mil bloqueados em suas contas.

Postar um comentário

FBbox/https://www.facebook.com/JaguarariNoticias1/
Tecnologia do Blogger.