Ponto Novo: Justiça não acata pedido da oposição e libera a divulgação de pesquisa eleitoral -->

Iklan Semua Halaman

Ponto Novo: Justiça não acata pedido da oposição e libera a divulgação de pesquisa eleitoral

Valtenei Santos
20 de julho de 2020
A juíza Ana Lúcia Ferreira Matos, da 149ª Zona Eleitoral, julgou improcedente a impugnação da pesquisa eleitoral da Compet Consultoria, Marketing, Pesquisas e liberou a divulgação da mesma.

O pedido de suspensão da divulgação foi feito pelo PP (Partido Progressista) que apoia o pré-candidato Dr. Tiago Gilleno (PSD) de acordo com a oposição local a pesquisa que seria atribuída ao atual prefeito Tiago Venâncio (PT).

A oposição havia solicitado o pedido por entender que a pesquisa seria fraudulenta, a magistrada havia concedido liminar favorável à suspensão no dia 24 de junho, mas após analisar os autos e a defesa do instituto, derrubou a liminar e jugou improcedente a denúncia na última sexta-feira (16).

Entre os argumentos utilizados para autorizar a divulgação da pesquisa, a juíza afirma que: “Destarte, observa-se que não merecem guarida judicial os argumentos de mérito da representante, no sentido de obrigatoriedade de precisão antecipada dos dados da pesquisa, bem como não há provas da existência de erros aptos a alterar o resultado das pesquisas em detrimento da ponderação de erro declinada, a impor a improcedência dos pedidos.”.

A magistrada ainda afirmou na sua decisão: “Acolhendo o parecer do Ministério Público Eleitoral, JULGO IMPROCEDENTE a presente impugnação, tornando sem efeito a decisão liminar proferida nestes autos, extinguindo-se o processo, com resolução de mérito”.

Com êxito nos números divulgados a Compet Consultoria, Marketing, Pesquisas e Treinamentos Ltda, já havia realizado pesquisas eleitorais no ano de 2016 no município de Ponto Novo, com essa decisão a empresa deverá está divulgando os números nos próximos dias.