Full width home advertisement

Post Page Advertisement [Top]

Quilombolas de Campo Formoso vão produzir alimentos saudáveis em quintais agroecológicos

Cultivar hortaliças, frutas e ervas medicinais em ambiente semiárido não é tarefa fácil, mas, com o apoio do Governo do Estado, isso irá acontecer de maneira mais facilitada. A partir de agora, 129 famílias do município de Campo Formoso, no Território Piemonte Norte do Itapicuru, terão os recursos para instalar quintais produtivos e agroecológicos, possibilitando a produção de alimentos de qualidade.
A boa notícia chegou a Campo Formoso porque o governador Rui Costa autorizou, nesta sexta-feira (24), em ato realizado no município, a Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), por meio da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), a celebrar um convênio, no âmbito do projeto Bahia Produtiva, com associações de três comunidades da região, totalizando um investimento de R$891,4 mil.
Os recursos estarão disponíveis por meio do edital Socioambientais Quilombolas e têm o intuito de implantar os quintais produtivos e, com isso, gerar renda e contribuir com a segurança alimentar e nutricional das famílias contempladas.
O secretário da SDR, Jerônimo Rodrigues, presente no evento, destacou que o governo está de parabéns por iniciar o ano fazendo entregas: "São aproximadamente R$1 milhão para projetos em comunidades quilombolas, que vão receber projetos de quintais produtivos. É para garantir que o agricultor familiar tenha condições de organizar sua produção na beira da casa, produzindo hortaliças, folhagem, produzindo aves como o exemplo de galinha e caprino e ovino".
O presidente da Associação Comunitária e Agro-Pastoril do Povoado de Patos, Francisco Manoel da Rocha Souza, afirmou que o projeto vai melhor a vida da comunidade que vive em área sequeira: "Essa melhoria vai possibilitar que as famílias permaneçam na comunidade e que outras que foram para São Paulo e Minas Gerais, por exemplo, voltem para a comunidade com garantia de renda".
Para a presidente da Associação Quilombola dos Agricultores Familiares de Bebedouro, Tânia Ferreira de Souza, a comunidade vai melhorar de vida: "Vamos plantar as hortaliças, vamos comer o que a gente está plantando e saber o que estamos comendo. Vamos levar uma alimentação mais saudável para a mesa do trabalhado rural".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bottom Ad [Post Page]

 WHATSAPP