Ads Top

BRASIL : Homem é preso suspeito de esquartejar companheira e jogar parte do corpo em barragem de SC

Neomar da Rosa foi esquartejada e companheiro é suspeito do crime — Foto: Reprodução/Facebook
Um homem de 33 anos foi preso nesta segunda-feira (28) em Ituporanga, no Vale do Itajaí, suspeito de matar e esquartejar a companheira de 25 anos. Conforme a Polícia Civil, na noite desta segunda-feira policiais faziam diligências com o suspeito em busca de partes do corpo da vítima.
De acordo com o delegado Bruno Augusto Reis, o tronco da vítima foi encontrado na sexta-feira (25) entre entulhos na Barragem Sul, em Ituporanga. Desde então, o Instituto Geral de Perícias (IGP) trabalhava no reconhecimento.
Apesar do avançado estado de decomposição, a mulher tinha uma tatuagem, segundo a Polícia Civil. Com isso, ela foi reconhecida por familiares como Neomar da Rosa, de 25 anos.
Segundo o delegado, a vítima estava há quatro meses morando com o companheiro em Ituporanga. O assassinato teria ocorrido na casa do casal, no bairro Gabiroba, no domingo (20), segundo a investigação.
Ainda de acordo com o delegado, o crime foi enquadrado como feminicídio e a Polícia Civil cumpriu nesta segunda um mandado de prisão temporária, solicitado ao judiciário. O homem foi preso em casa e confessou na delegacia a autoria do crime, de acordo com Reis.
“Ele relatou que já estava pensando em separar da vítima havia algum tempo. No sábado (20) à noite, o casal frequentou uma festa no município vizinho, acabou se desentendendo, e o autor deixou a companheira na festa e foi para casa. A vítima conheceu uma outra pessoa na festa, se relacionou com a outra pessoa e, na manhã seguinte, o autor soube disso tudo, e quando ela retornou à residência eles começaram a brigar”, relata o delegado.
Reis diz que o homem é suspeito de ter dado golpes de martelo na cabeça da vítima, ao menos três. Depois, teria usado uma faca para cortar os membros, para tentar encobrir a morte e ocultar o cadáver.
A Polícia Civil buscava os restos mortais da vítima nesta segunda. A suspeita é que as pernas e braços estejam em uma localidade. Já a cabeça, em outra.
O homem será encaminhado após a reconstituição do crime ao Presídio Regional de Rio do Sul. Segundo a Polícia Civil, ele tem duas passagens por violência doméstica. Em um dos casos, ameaçou uma ex-companheira com uma faca.
Tecnologia do Blogger.