Full width home advertisement

Post Page Advertisement [Top]

Jaguarari: Reconduzido ao cargo, prefeito Everton se diz vítima de perseguição liderada por vice

O prefeito de Jaguarari, no Piemonte Norte do Itapicuru, Everton Rocha (PSDB), que voltou ao posto após ter sido afastado por quatro vezes promete trazer “normalidade” à gestão. Rocha alega ter sido vítima de adversários cujo líder seria o vice-prefeito, Fabrício D’Agostino, interessado no comando político local. “O vice começou com toda armação, coptou os vereadores e a partir de então montou esse plano de me destituir do poder. Ele é tão algoz que mesmo não tendo legitimidade de faze pedidos no judiciário, continua batendo em todas as portas da Justiça mesmo sabendo que não terá êxito”, disse o prefeito.

O gestor acredita que a paz institucional está selada pelo fato de a Câmara ter desistido de levar adiantes processos contra ele. “O presidente da Câmara já colocou o pedido de desistência dos agravos, seis vereadores já entenderam que a situação estava levando o município a um caos", acrescentou. O prefeito teve três cassações neste ano feitas pela Câmara de Vereadores e conseguiu depois revertê-las na Justiça.

Em relação a denúncias do Ministério Público do Estado (MP-BA), como a de fraudes que teriam sido cometidas no São João de 2017 Everton Rocha declarou que será inocentado. “Eu estou a todo momento afirmando que o MP foi usado pelos meus adversários por fins politiqueiros. A prova é tanta que agora nesta semana o Ministério Público analisando vários procedimento administrativos contra mim numa sentada só arquivou dez processos, e todos, não tenho dúivida, serão arquivados”, completou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bottom Ad [Post Page]

 WHATSAPP