A estratégia do ex-ministro Henrique Meirelles (MDB) de se distanciar da imagem do presidente e correligionário Michel Temer e se apresentar como candidato de todas as cores vai ser mantida após o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) negar a solicitação do PT de retirada das imagens do ex-presidente Lula da propaganda eleitoral do emedebista.

Segundo a coluna do Estadão, o ministro Sérgio Barros indeferiu um pedido, em caráter liminar, do partido para a retirada das peças do ar. A sigla argumentava que se o petista não pode aparecer na propaganda da própria legenda, após ter a candidatura barrada, também não poderia aparecer “apoiando” outro candidato.

No parecer, o magistrado afirma que as fotos utilizadas são “históricas e foram divulgadas com o objetivo de demonstrar a capacidade e a competência do candidato na condução da economia […] Entendo, portanto, que as fotos em questão tratam de acontecimento público e notório, o que, em princípio, não viola a legislação eleitoral”.

Postar um comentário

FBbox/https://www.facebook.com/JaguarariNoticias1/
Tecnologia do Blogger.