FBbox/https://www.facebook.com/JaguarariNoticias1/

O Ministério Público Federal (MPF) requereu ao Tribunal Federal Regional da 2ª Região que eleve para R$ 300 mil a multa aplicada ao deputado Jair Bolsonaro (PSL-RJ), que é pré-candidato à Presidência da República.
De acordo com a Veja, o parlamentar fez declarações ofensivas às comunidades quilombolas e à população negra durante palestra no Clube Hebraica, no Rio de Janeiro, em abril de 2017.
O valor é seis vezes superior aos R$ 50 mil definidos pela 26ª Vara Federal do Rio de Janeiro. “Chega a ser tristemente irônico que as mensagens injuriosas tenham sido lançadas em recinto que congrega grupo dos mais perseguidos na história”, escreveu André Terrigno, procurador regional, no parecer do MPF.
Três recursos serão julgados pelo Tribunal contra a sentença.

Postar um comentário

FBbox/https://www.facebook.com/JaguarariNoticias1/
Tecnologia do Blogger.