A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, encaminhou ao ministro Edson Fachin, relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), mais uma denúncia contra o ex-presidente Lula, o ex-ministro Antonio Palocci, a presidente do PT e senadora Gleisi Hoffmann e o marido dela e também ex-ministro Paulo Bernardo.

A denúncia é baseada na delação da Odebrecht, eles são acusados de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.Também foram denunciados Leones Dall Adnol, chefe de gabinete de Gleisi, e Marcelo Odebrecht.
Segundo a PGR, a construtora Odebrecht prometeu ao então presidente Lula – e colocou à disposição do PT – R$ 64 milhões em troca de decisões do governo que favorecessem a empresa.
“Há, ainda, confissões extrajudiciais e comprovação de fraude na prestação de informações à Justiça Eleitoral. Ressalte-se que até o transportador das vantagens indevidas foi identificado”, diz um dos trechos do documento.

Postar um comentário

FBbox/https://www.facebook.com/JaguarariNoticias1/
Tecnologia do Blogger.