Aconteceu na manhã desta quarta-feira (31) um ato político (disfarçado de manifestação), em pleno horário de trabalho, saindo defronte à prefeitura de Jaguarari e finalizando em frente ao Fórum local. De acordo com informações que chegaram a redação do Jaguarari Online, a “manifestação” foi planejada e organizada por uma senhora que quase ocupou o cargo numa secretaria e pasmem, suspeita-se que a primeira dama tenha respaldado o “ato político”.
Em todas as secretarias municipais os serviços foram prejudicados, pois os funcionários contratados e comissionados, maioria entre os servidores, foram “convocados” para participar (e quem iria correr o risco de exoneração?), ceifando, desta forma, a prestação de serviços aos cidadãos.
O disfarçado “movimento” é mais uma investida do atual prefeito, que diante da resistência dos vereadores em aprovar a LOA – Lei Orçamentária Anual [2018] sem os devidos ajustes, tem intensificado uma campanha publicitária maciça, utilizando-se inclusive da audiência da rádio local e da imprensa regional, na tentativa de coagir os edis a aprovarem sob qualquer custo a LOA-2018, usando, inclusive, do pouco conhecimento técnico de parte da população sobre a LOA e sua utilização.
Enquanto os secretários insistem em minimizar os serviços à população, privando-a de seus direitos sob o ignóbil argumento “não temos dinheiro porque os vereadores não assinaram a LOA”, de forma dissimulada foram ao Ministério Público, ação que deveria ser da Procuradoria Jurídica do município; por outro lado a população aguarda um posicionamento enérgico do MP acerca do uso manipulado do funcionalismo em ato de interesse político do gestor que na tentativa de induzir a Justiça a intervir na atuação independente da Câmara, usa o povo como massa de manobra.
O município espera e o Blog Jaguarari Online continuará atento a todos os fatos, de modo que espera-se que a população não continue sendo “escudo” utilizado pela administração pública para conseguir a todo custo e sob quaisquer consequências, seus objetivos “obscuros”. Os Poderes constituídos são independentes e cada um precisa atuar em consonância com os interesses da sociedade. 
Fotos: Ewerton Marcos / ASCOM-PMJ

Postar um comentário

FBbox/https://www.facebook.com/JaguarariNoticias1/
Tecnologia do Blogger.