A chegada de Regivaldo Silva (PT), o Neném do Outeiro, ao governo do prefeito Everton Rocha (PSDB) continua sendo alvo de críticas e rejeição entre os apoiadores mais conservadores. De acordo com as informações que dois aliados do gestor passaram a nossa redação, em sigilo, claro, é de que o convite de Everton ao novo membro da equipe soou como uma “bofetada” em seus “guerreiros”, pois segundo eles, foi tipo que entre os que votaram e sempre apoiaram Rocha não tivessem competência suficiente para atuar na função atribuída ao Neném do Outeiro. Em dado momento da conversa, um deles disse que a presença do Neném do Outeiro no grupo, na gestão, é como ter um “estranho no seio familiar”.

De fato, até mesmo nas conversas de esquina este foi o assunto mais comentado no final e início de semana, todos incrédulos; não à aceitação do emprego, mas pelas ideologias pregadas em todos os discursos e críticas feitas por Neném do Outeiro ao gestor e sua administração.

Postar um comentário

FBbox/https://www.facebook.com/JaguarariNoticias1/
Tecnologia do Blogger.