No futebol não existe justiça. A Juazeirense pressionou, criou as melhores oportunidades, mas acabou derrotada por 1×0, para o Sport, no Adauto Moraes, pela segunda rodada da Copa do Nordeste 2017. O primeiro tempo foi de domínio da Juazeirense que finalizou oito vezes contra o gol de Magrão, enquanto os pernambucanos finalizaram apenas em duas oportunidades. A primeira grande chance do Cancão foi com Patrik. O volante recebeu cruzamento de Júnior Chicão dentro da área e finalizou com perigo.

A arbitragem prejudicou a equipe. Coité entrou na área e foi puxado pelo zagueiro Durval. O juiz não marcou. Após pênalti não marcado, o Cancão quase abriu o placar. Júnior Chicão recebeu na entrada da área e  arriscou. A defesa do Sport cortou.  Pressão no Adauto! Nen ainda teve duas belas oportunidades de abrir o placar. O goleiro Magrão salvou. No finalzinho do primeiro tempo, o Sport teve um bom momento com Rogério e Rithely, mas Tigre estava atento e salvou as duas.

 Na segunda etapa, o Cancão continuou procurando o gol. Capone e Nen arriscaram de fora, mas sem sucesso. O técnico interino, Jonílson Veloso, tentou dar mais mobilidade a equipe com as entradas de Sassá e Marquinhos. O volante Patrik teve oportunidade na bola parada. Cobrou com estilo, mas o goleiro Magrão estava atento para cortar a bola.

O Cancão pressionou, mas acabou sendo punido nos acréscimos. Aos 49 minutos do segundo tempo, Diego Souza recebeu passe de Rithely, ficou de frente com o goleiro Tigre e rolou para o meia Fábio marcar e decretar o triunfo dos visitantes. O próximo desafio da Juazeirense será pelo Campeonato Baiano. O Cancão encara o Flamengo de Guanambi, na próxima quarta (08), às 20h30, no estádio Dois de Julho, em Guanambi.

Postar um comentário

FBbox/https://www.facebook.com/JaguarariNoticias1/
Tecnologia do Blogger.