O prefeito de Jaguarari Everton Carvalho Rocha (PSDB) foi novamente afastado do cargo em decisão judicial publicada nesta segunda-feira (26). O Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA) pediu seu afastamento em outubro do ano passado por improbidade administrativa.

Responsável por julgar o processo na Vara Cível da Comarca do município, o juiz de Direito Tardelli Boa Ventura conta que analisou a possibilidade de se declarar suspeito no processo, revelando ter sido colega de faculdade de um dos advogados do caso, mas disse que ao avaliar os transtornos que isso poderia causar, uma vez que a segunda e a terceira juízas substitutas também não atuariam no caso, decidiu dar prosseguimento, "preservando a imparcialidade".

Rocha foi afastado pela primeira vez em fevereiro deste ano. Na época, uma liminar garantiu que ele ficasse no cargo, mas outra votação em março cassou seu mandato. Dessa vez, ele teve que deixar o posto e seu vice, Fabrício Santana D'Agostinho (DEM), assumiu a prefeitura.

Rocha, então, entrou com um pedido de anulação da cassação no Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), mas a corte baiana negou o pleito. Um recurso, que foi parar no Superior Tribunal de Justiça (STJ), também negou a anulação da sessão. Diante disso, o juiz de Jaguarari entendeu que não havia outra alternativa senão determinar o cumprimento da decisão.

"Ante o exposto, defiro o pedido formulado pela parte requerente e determino o afastamento imediato do prefeito Everton Carvalho Rocha, devendo, no lugar dele, assumir o seu substituto legal, o vice-prefeito Fabrício Santana D'Agostinho, ora requerente".

Postar um comentário

FBbox/https://www.facebook.com/JaguarariNoticias1/
Tecnologia do Blogger.