FBbox/https://www.facebook.com/JaguarariNoticias1/

É com imensa tristeza e indignação que o Conselho Municipal de Saúde de Jaguarari, presta solidariedade e condolências a família pelo falecimento prematuro de sua filha, ocorrido neste dia 24 de dezembro de 2017. Porém e necessário esclarecer nesse momento, que o CMS tomará sim as medidas cabíveis de investigação e esclarecimento do caso, no intuito de fazer com que fatos como estes não tornem a acontecer e que possa se assegurar a devida aplicação dos recursos públicos e o funcionamento dos serviços de saúde como garante a constituição federal. Estaremos na primeira semana do mês de Janeiro de 2018, realizando reunião extraordinária no sentido de dar os encaminhamentos de praxe para a investigação desse caso. É um tanto irresponsável e precipitada nesse momento o posicionamento de alguns cidadãos em julgar ou apontar culpados sem ouvir todos os envolvidos, profissionais e familiares. É inadmissível, mesmo sabendo da corresponsabilidade do Conselho Municipal de Saúde, que este colegiado venha sendo alvo de criticas e apontado como culpado por a saúde em nosso município e macrorregião encontra-se caótica. 
Vale esclarecer que foi justamente por palavreado bonito, que o povo se deixou iludir e hoje sofre as mazelas que vivenciamos dia a dia. Essas atitudes em redes sociais de nada contribuem para a construção de dias melhores em nossa terra. Pois quando se afirma que esse Colegiado deu nota 10 a saúde, há um grande equivoco, pois na última votação da prestação de contas, ocorrida no dia 13 de dezembro do ano em curso, o resultado foi 04 votos pela aprovação, 02 pela aprovação com ressalvas e 03 pela reprovação, conforme consta em livro de ata disponível para verificação, por qualquer usuário dos SUS ou autoridade. 
Porém em uma democracia vence a maioria independente do posicionamento de um ou de outro. 
Finalizamos ratificando o compromisso social, desse Colegiado, pela efetivação dos direitos dos usuários do Sistema Único de Saúde, deixando claro que este CMS tem competência e outros valores, para exercer o controle social nos serviços de saúde e que já mais se esquivará de cumprir com suas obrigações. 

Jaguarari-BA, 27 de Dezembro de 2017.

Erasmo Morgado de Souza
Presidente do CMS

Postar um comentário

FBbox/https://www.facebook.com/JaguarariNoticias1/
Tecnologia do Blogger.